Não atrasar…

Acabei há tempos de re-lêr o livro “The Life of Milarepa”, uma biografia/história de um praticante espiritual que ficou “famoso” devido às voltas extremas que teve na vida, o duro caminho e o alcance da sua realização espiritual.

Entretanto, encontrei uma frase dele que transmite muito bem algo que sinto e que nunca consegui exprimir assim de forma tão simples:

“The affairs of the world will go on forever. Do not delay the practice of meditation.” – Milarepa

Muito facilmente caímos na tendência de dar mais importância a milhares de coisas que temos que resolver no mundo. Sejam problemas sociais, políticos, económicos, educativos, ambientais… ou qualquer outra coisa. Mas, como Shrii Shrii Anandamurti disse, a um nível colectivo a perfeição é impossível. Faz parte da natureza e do ciclo da criação, os clashes, as lutas, a evolução e degeneração. Nunca o mundo irá ser perfeito, e essa é a sua perfeição 🙂

Vivemos num contexto específico, de tempo, espaço e pessoas e, facilmente, ficamos presos nos dramas da vida que nos rodeia. Claro que temos que estar envolvidos com o mundo, servir, ajudar para que tudo seja melhor todos os dias. Simplesmente não podemos deixar que isso nos faça pôr o progresso espiritual – o único verdadeiro progresso – em segundo plano.
Daí Anandamurti ter dito que a nossa postura na vida deve ser de “abordagem subjectiva, com ajuste objectivo”. Mantendo o foco espiritual, adaptamos e ajustamo-nos com a vida prática que nos rodeia.

Novos dramas virão, novos conflitos, novas ideias, novos problemas, mesmo depois de já cá não estarmos. A “perfeição” nunca chegará. É interessante notar que Milarepa viveu há 1000 anos atrás, a sociedade e os seus problemas seriam bem diferentes dos de hoje, mas a essência desta frase continua exactamente a mesma, os problemas continuarão para sempre, não adiar aquilo que é realmente importante.. estamos só de passagem 🙂

Palestra aberta “A ciência da acção-reacção”

  • Estamos sob a influência de um destino pré-determinado?
  • Temos realmente livre arbítrio?
  • Porque nascemos e somos quem somos?
  • O que determina as nossas vontades, desejos e impulsos?

Esta apresentação tem como objectivo ajudar-nos a alcançar um melhor e mais profundo entendimento sobre a ciência da acção-reacção, o comummente falado Karma e de que forma toda essa influência tem um importante papel no ciclo cósmico da vida, morte e reencarnação.

No Lótus Fundão (Av. Eugénio de Andrade Lt 35 Loja 1)
Sexta-feira, 24 de Julho, às 19h30
Duração aproximada: 1h30m
Entrada por donativo para o Lótus.

Evento no facebook »

Por motivos logísticos e da capacidade do espaço, agradecemos a inscrição através de:
email: [email protected]
tel: 966956602